CRIOLIPÓLISE E ESTÉTICA ÍNTIMA

 In Blog

Por: Dênis Barnes

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece a saúde sexual como elemento integral na saúde do indivíduo e com grande influência na qualidade de vida, e a define como um estado de bem estar físico, emocional, mental e social ligado à sexualidade, sendo influenciada por fatores biológicos e psicológicos.

As características anatômicas e funcionais femininas e masculinas podem interferir no comportamento, independentemente da sua idade e nível sócio cultural. Quando estas características estão fora dos padrões estabelecidos, problemas psicológicos podem surgir, interferindo de forma expressiva na sua atividade sexual, levando em muitas ocasiões a buscar um tratamento reparador

Números que impressionam no Brasil

Segundo dados da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), em 2011, último ano avaliado pela instituição, o Brasil é líder em cirurgias plásticas genitais femininas, com 9 mil mulheres operadas. Dentre estas, a labioplastia é a mais frequente e envolve o tratamento da flacidez cutânea dos grandes lábios, que é resultado da redução de colágeno e elastina, elementos responsáveis pela sustentação e elasticidade da pele.

Homens e Mulheres preocupados com a Estética Íntima

Nos homens uma condição que traz sofrimento psicológico, particularmente em adolescentes e jovens é a ginecomastia e pseudoginecomastia. Cirurgia para redução de tamanho da mama é o quarto procedimento de cirurgia estética mais popular para homens. Muitos pacientes, no entanto, tem medo de procedimentos cirúrgicos invasivos por causa de possíveis complicações e recuperação. A pseudoginecomastia é indesejável tanto cosmeticamente e terapeuticamente desafiadora para tratar.

Nos últimos 30 anos, a tendência de tratamento da pseudoginecomastia segue uma mudança em direção a técnicas menos invasivas e opções conservadoras. Isto é, em parte, devido à alta incidência de complicações cirúrgicas relatadas, incluindo hematoma, seroma, infecção, deformidade do complexo mamilo-areolar, cicatrizes hiper ou hipotróficas, alterações sensoriais, trombose venosa profunda e embolia pulmonar, bem como risco associado com anestesia geral.

                                        A. Tecido Normal, B. Mama com ginecomastia, C. Mana com Pseudoginecomastia

Um estudo realizado nos Estados Unidos associou a imagem genital com a vida sexual e a qualidade de vida.  O trabalho apontou que as mulheres que apresentavam uma autoimagem genital negativa, foram as que mais reportaram quadros depressivos e de angústia em relação à vida sexual. Outro estudo realizado apontou que as mulheres que possuíam uma autoimagem genital positiva, apresentavam uma melhor saúde sexual, principalmente quando relacionada ao desejo e a satisfação.

Na região genital feminina, o envelhecimento causa perda do tônus tissular da região e diminuição do trofismo da musculatura vaginal pelo processo de sarpopenia. Isso pode resultar em um aumento da sensibilidade local e uma diminuição da atratividade sexual entre as mulheres e seus parceiros. A região supra pubiana aumenta progressivamente através de depósitos de gordura e flacidez

Cresce a procura por técnicas não invasivas

Atualmente, há um empenho crescente por intervenções não invasivas, com o objetivo de rejuvenescer a pele de uma forma segura, eficaz e com um mínimo de efeitos colaterais e/ou adversos. Os métodos não cirúrgicos têm sido um atrativo devido a um baixo risco de efeitos indesejáveis. Dentre estes recursos, destacam-se a radiofrequência, criolipólise, os lasers não ablativos, terapia de laser de baixa potência (laser lipólise) e ultrassom microfocalizado, que se destinam a produzir alterações favoráveis, tais como a formação de colágeno e redução de gordura.

O tratamento visa, principalmente, melhorar a aparência da região genital no que tange a redução da flacidez tissular, clareamento de virilhas e região perianal, além de reduzir gordura localizada, normalmente encontrada na região supra púbica. Diversas são as técnicas que podem ser utilizadas. É muito comum a utilização de todos esses procedimentos em região facial e corporal, porém há carência de estudos do uso destes recursos em região genital.

                                                                                      Monte Vênus

Criolipólise como grande ferramenta de tratamento da Pseudoginecomastia e do Monte Vênus

A criolipólise é um método não invasivo para seletiva destruição de gordura que surge como opção para o tratamento da pseudoginecomastia e do monte vênus. Esta nova tecnologia utiliza exposição ao frio para reduzir a gordura subcutânea, sem danos aos tecidos circundantes. Vários estudos clínicos que avaliaram a eficácia e segurança da criolipólise já foram publicados.

Conheça as vantagens da criolipólise

A principal vantagem da aplicação da criolipólise na região do peito reside na capacidade para reduzir a quantidade e o volume de tecido gorduroso mamário e supra pubiano com pouco desconforto e sem criar deformidades. A técnica de criolipólise fornece um arrefecimento da temperatura em uma velocidade controlada. Nenhum caso de ulceração, cicatrizes, ou mudanças significativas em perfil lipídico e função hepática têm sido relatados após criolipólise. Efeitos colaterais mais comuns são vermelhidão (eritema), petéquias, edema, leve desconforto (dor, sensibilidade) na área tratada.

Resultados impressionantes da criolipólise

Alguns estudos tem demonstrado que criolipólise  é segura e eficaz para a diminuição da gordura subareolar localizada e supra púbica. Tratamentos de criolipólise em  pseudoginecomastia e monte vênus apresentaram melhora acentuada avaliadas por  ultra-sonografia  e fotografias clínicas.

Os resultados destes estudos indicam que a criolipólise é segura, com o mínimo de tempo de inatividade e com resultados relativamente rápidos.  Além disso, a satisfação dos pacientes e a boa tolerância do tratamento incentiva a utilização da técnica. Mais estudos são necessários para avaliar a eficácia, os parâmetros ideais de tratamento e intervalos de tratamento  para avaliar efeitos adversos.

Recent Posts

Escreva um comentário

0

Start typing and press Enter to search